Prefeitura de Manaus abre programação do ‘Outubro Rosa’ para fortalecer luta contra o câncer de mama

Amazonas Destaques

a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) irá intensificar o atendimento às mulheres em todas as unidades básicas da capital, com ações educativas e serviços que oportunizam o diagnóstico precoce da doença.

A abertura do evento reuniu representantes municipais, estaduais da área da saúde e de organizações ligadas ao combate ao câncer de mama. Representando a titular da Semsa, Shádia Fraxe, a diretora de Atenção Primária (DAP), Sonja Ale Farias, destacou que a luta contra o câncer de mama é um compromisso da Prefeitura de Manaus, que tem se esforçado para a aprimorar a oferta de serviços para os usuários da Rede de Atenção Primária.

“A Semsa entregou este ano os Serviços de Diagnóstico de Mama (SDMs), que, em articulação com a rede estadual de saúde, tem o objetivo de investigar os sinais sugestivos da doença e agilizar o diagnóstico. Seguimos nos empenhando no compromisso de mudar o cenário do câncer de mama em Manaus”, disse a diretora.

A programação do Outubro Rosa terá oferta de atendimentos na Unidade Básica de Saúde (UBS) Móvel, instalada na praça Dom Pedro II, incluindo consultas e exames, durante 14 dias, no horário das 8h às 12h e das 13h às 16h. O evento tem o apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), que também disponibilizará uma unidade móvel no local para apoiar o evento, com ações sociais voltadas ao público feminino.

“Estaremos ofertando em nossa unidade móvel exame clínico das mamas, solicitação para mamografia, testes rápidos para detecção de sífilis, HIV, hepatites virais, vacinas contra a Covid-19, vacina contra hepatite B e antitetânica, consultas médicas e de enfermagem. O objetivo do Outubro Rosa é sensibilizar a população sobre um problema de saúde pública que tem um grande impacto na sociedade e também estimular a população feminina a procurar as nossas unidades para acesso ao exame clinico das mamas e à mamografia”, ressaltou a chefe em exercício da Divisão de Atenção à Saúde da Mulher, Gerda Costa.

Gerda acrescentou que a oferta de exames citopatológicos, para a identificação de sinais sugestivos de câncer do colo do útero, também será intensificada em todas as unidades da Semsa. O público prioritário são mulheres e homens trans na faixa etária de 25 a 64 anos.

Serviço

Além da realização de consultas e exames, as unidades da Semsa irão fortalecer ações educativas sobre o câncer de mama, com rodas de conversa, palestras e distribuição de material informativo durante todo o mês. As ações serão realizadas no horário de funcionamento das unidades, sendo que algumas vão até as 21h durante a semana e também operam aos sábados.

A população deve portar RG, CPF e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) no momento em que buscar o atendimento nas UBSs. Na UBS Móvel, o público poderá realizar consultas médicas e de enfermagem, exame clínico das mamas, coleta de exame preventivo do câncer do colo do útero, solicitação do exame de mamografia, testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites B e C, e vacinação contra a Covid-19, hepatite B e vacina dT (antitetânica).

Em fevereiro deste ano, foram inaugurados dois Serviços Municipais de Diagnóstico de Mama (SDMs), que têm proporcionado um acolhimento mais rápido às mulheres, com realização de biópsia da lesão suspeita de câncer, e encaminhamento à Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (FCecon) dos casos confirmados em tempo hábil. Os SDMs funcionam na policlínica Djalma Batista, no bairro Compensa, zona Oeste, e na policlínica Castelo Branco, no Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul.

Dados

As estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam que em 2022, cerca de 66 mil novos casos de câncer de mama serão diagnosticados no país. No município de Manaus são estimados 580 casos em 2022, colocando-o como o terceiro tipo de câncer em incidência, atrás apenas do câncer do colo do útero e do de pele não melanoma.

O Sistema de Informação de Câncer (Siscan) da Semsa indica que, de janeiro a agosto de 2022, foram realizadas 13.611 mamografias, sendo que desse número, 11.737 exames foram realizados em mulheres na faixa etária de rastreio (de 50 a 69 anos). Do total de 147 biópsias realizadas nos SDMs, 52 procedimentos deram resultado maligno.

O “Outubro Rosa” é um movimento mundial que visa fortalecer todas as ações para o controle do câncer de mama, já realizadas ao longo do ano, para proporcionar o diagnóstico precoce da doença, que aumenta consideravelmente as chances de cura. Os exames de prevenção devem ser realizados por mulheres de 50 a 69 anos, e por todas as pessoas, homens e mulheres, que apresentem algum tipo de alteração mamária, como nódulos, inchaço ou secreções.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *