PROMETEU E CUMPRIU! Coldplay faz um dos melhores shows da HISTÓRIA do Rock in Rio

Entretenimento Internacional

Foi grande a preparação para o show do Coldplay no Rock in Rio neste sábado (10). A banda, conhecida por performances grandiosas, mandou distribuir 100 mil pulseiras com inteligência artificial ao público e encomendou alterações no Palco Mundo, que ganhou novos refletores e canhões de luz.

A ideia era entregar um espetáculo visual cósmico, inspirado na viagem do disco “Music of the Spheres”, trabalho mais recente do grupo, lançado em 2021. Mas o céu não ajudou muito.

Num mar de capas de chuva, as pulseirinhas nos braços dos fãs — que mudavam de cor e piscavam sincronizadas com as músicas — se destacaram pouco. O recurso, que aparece há anos em shows da banda, foi inédito no Rock in Rio, mas ficou mais bonito para quem viu pela TV.

Ainda assim, lasers e pirotecnia fascinaram uma plateia emocionada, que se apegou às mensagens de autoajuda do repertório mais recente do grupo. No hino motivacional “Viva la vida”, o show ganhou jeito de palestra de coach.

O vocalista Chris Martin elogiou o desempenho do público e anunciou que cantaria a faixa de novo. No total, foram quase nove minutos de “Viva la vida”.

A repetição também aconteceu em “Sky full of stars”, em que o cantor pediu para os fãs guardarem os celulares e aproveitarem a música. Foram outros nove minutos entre o início e o fim das duas execuções de “Sky full of stars”.

É o tipo de situação comum em shows que estão sendo registrados: é bom ter mais de uma versão das principais músicas para facilitar o trabalho do editor da gravação. Mas o grupo não revelou se foi esse o caso da apresentação no Rio.

A banda ainda citou um trecho de “Mas que nada”, de Jorge Ben, ao piano e tocou “Magic” com a letra em português. Assim como já fez em outros países nesta turnê, o vocalista leu uma versão traduzida da letra na língua local.

Depois, com chapéus ao estilo “gringos no Rio”, Martin deu a deixa para os fãs cantarem parabéns para o guitarrista Jonny Buckland que fez aniversário de 45 anos neste domingo (11) — o show começou depois da meia noite.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *