Mulher é presa com caixas de cetamina armazenadas em casa na Compensa, em Manaus

Amazonas Policial

 Nesta sexta-feira (14), a equipe da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) apreendeu várias caixas de medicamentos controlados, incluindo Ketamina, que é frequentemente usada como droga ilícita, em uma casa no beco Joaquim Cardoso, no bairro Compensa, na zona Oeste de Manaus.

A operação teve início após uma denúncia anônima, informando que no local os produtos de uso restrito estavam sendo comercializados. Os policiais da 8ª Cicom lideraram as diligências e localizaram uma mulher em posse dos medicamentos.

Foto: Divulgação

“Dentre os produtos apreendidos, há um derivado de Ketamina. A denúncia indicava que esses medicamentos eram comercializados frequentemente no local. Houve um caso recente que acendeu o alerta quanto ao uso desse medicamento”, destacou o capitão Aguiar, da 8ª Cicom.

Há suspeitas de que os medicamentos pertençam a uma clínica veterinária e estejam sendo vendidos por um funcionário no local. Os medicamentos e a mulher detida foram encaminhados ao 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde os procedimentos cabíveis foram adotados.

KETAMINA

Usada na medicina e veterinária, em razão de suas propriedades sedativas, a droga gera efeitos alucinógenos e acaba sendo utilizada como substância recreativa.

DJIDJA CARDOSO

A morte da ex-sinhazinha do Boi Garantido, Djidja Cardoso, ocorrida no 28 de maio, escancarou um grave problema de saúde pública: o abuso de medicamentos de uso controlado como droga de uso recreativo. O Inquérito Policial apontou que a causa da morte da empresária foi por overdose de ketamina, um medicamento anestésico utilizado até em cavalos que, se usado de forma recreacional, pode causar danos irreversíveis e até a morte. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *