Montanhista brasileiro desaparece durante escalada de vulcão no Peru

Brasil

Um montanhista de Belo Horizonte está desaparecido no Peru desde o dia 30 de junho. Segundo amigos, Marcelo Delvaux estava escalando o Nevado Coropuna, um vulcão localizado na região de Arequipa, a cerca de 6.300 metros de altitude, quando o GPS dele parou de indicar movimento.

Segundo o guia de montanha Pedro Hauck, amigo de Marcelo, ele chegou a um dos cumes da montanha por volta das 15h do último domingo (30) e começou a descer. Desde então, ninguém teve mais notícia do montanhista. Até agora, o GPS continua a apontar a mesma localização.

“O Marcelo já tinha escalado esse vulcão outras vezes. Ele já tinha feito escalada em quatro dos cumes, inclusive no que desapareceu. […] Ele é um guia profissional muito experiente, um dos mais experientes da América do Sul. É uma pena o que está acontecendo”, disse Hauck.

A polícia peruana foi acionada e chegou a ir até a base do vulcão, mas não encontrou o montanhista.

A família de Marcelo contratou uma equipe de profissionais para realizar as buscas na região indicada pelo GPS. Neste sábado (6), eles encontraram a barraca do mineiro, mas ele não foi localizado.

“Ele desapareceu a uma altitude de 6.300 metros, que é muito elevada. Helicóptero não tem sustentação para pousar numa altitude dessas por causa do ar rarefeito. Então, o único jeito de chegar lá é a pé”, explicou Hauck.

Marcelo Delvaux

Marcelo Delvaux começou a escalar em alta altitude no início dos anos 2000 e já fez mais de 150 cumes entre os Andes e o Himalaia.

Tem certificação como guia de montanha pela Escola de Guias de Alta Montanha e Trekking da Argentina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *