Ladrão dá entrevista e culpa Kim Kardashian por assalto em Paris

Sem categoria

Em 2016, Kim Kardashian vivenciou uma experiência traumática após sofrer um assalto em Paris, na França. Ela estava sozinha em um hotel quando homens invadiram seu quarto e levaram joias no valor de US$ 10 milhões, cerca de R$ 51,6 milhões. Nesta semana, um dos criminosos concedeu uma entrevista e fez questão de culpar a empresária pelo roubo. “Deveria ser menos chamativa”, disse Yunis Abbas.

Yunis Abbas passou 22 meses na prisão até ser libertado por motivos de saúde aparentemente relacionados ao seu coração. Contudo, ele declarou que não se sente culpado e citou um episódio do antigo reality “Keeping up with the Kardashians” em que viu Kim jogando suas joias em uma piscina.

“Já que ela estava jogando dinheiro fora, eu estava lá para recolher, e pronto. Culpado? Não, eu não me importo”, disse.

Ademais, fez um alerta aos famosos que ostentam nas redes sociais: “Eles deveriam ser um pouco menos chamativos com pessoas que não tem a mesma condição. Para algumas pessoas isso chega a ser provocação”.

Yunis Abbas ficou no andar de baixo do hotel enquanto seus co-conspiradores amarravam Kim Kardashian na banheira do hotel. “A secretária de Madame Kardashian pediu ajuda. Mas ela ligou para o 911 nos Estados Unidos, o que nos assustou, mas que os fez perder muito tempo. Quando saímos, havia um bando de policiais do lado de fora que não sabiam nada sobre o roubo”, disse ele.

A empresária já disse em diversas entrevistas o quão aterrorizada ficou na época, principalmente porque estava sozinha. Ela, inclusive, acreditou que seria estuprada pelos assaltantes porque usava apenas um roupão quando foi abordada. Questionada sobre o que achava dos traumas que Kim Kardashian passou, Yunis Abbas declarou: “Você não sai ileso. É claro que ela deve ter ficado traumatizada”.

Por fim, ele ainda afirmou que está atualmente escrevendo um livro sobre o caso, que se chamará “I Kidnapped Kim Kardashian”, em português “Eu Sequestrei Kim Kardashian”.

Veja a entrevista:

📸:YouTube

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *