Hang Rebate “Narrativa” De Que Defendeu Golpe No WhatsApp

Brasil

Empresário promoveu uma live para tratar do assunto e mostrou prints de conversas no aplicativo

Empresário promoveu uma live para tratar do assunto e mostrou prints de conversas no aplicativo

Após a imprensa divulgar uma reportagem apontando que Luciano Hang e outros empresários teriam defendido um golpe em caso de vitória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições, o dono da rede de lojas Havan decidiu se pronunciar. Em uma live publicada nas redes sociais, Hang chamou a reportagem de “narrativa” e de “uma mentira”.

O assunto foi revelado em uma reportagem do site Metrópoles, que apresentou prints que seriam de conversas de grandes empresários brasileiros em um grupo de WhatsApp. De acordo com o colunista Guilherme Amado, entre os empresários presentes no grupo estão Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan; Afrânio Barreira, do Grupo Coco Bambu; José Koury, dono do Barra World Shopping, no Rio de Janeiro; Ivan Wrobel, da construtora W3 Engenharia; e Marco Aurélio Raymundo, dono da marca de surfwear Mormaii.

Ao comentar a reportagem, Luciano Hang disse que ela faz parte de uma tentativa de desconstrução de empresários “que estão do lado do presidente”.

– Todos os dias a imprensa tenta desconstruir empresários que estão do lado do presidente (os bolsonaristas). Isso é mais uma mentira. Eu nunca me manifestei contra poderes. Usaram de má-fé trechos desconexos de uma conversa de WhatsApp (…). Nós vamos vencer as eleições em primeiro turno, vamos fazer as mudanças que o Brasil tanto precisa através da democracia, da liberdade de pensamento e de expressão – pontuou.

O dono da Havan também mostrou uma imagem com o trecho da conversa que teve no grupo. Luciano Hang disse que era uma discussão política e que isso não é crime.

– Eu faço parte de muitos grupos, nós temos que viver num país democrático e com liberdade de pensamento e expressão. Não é crime no Brasil discutir política e dar opinião num grupo fechado de WhatsApp. Eu acho engraçado que só vazam as conversas dos grupos de direita, gostaria de ver também o que falam nos grupos de esquerda – disse.

Durante sua live, ele também falou sobre o grupo de WhatsApp que serviu de base para a reportagem. Chamado de Empresários & Política, o grupo possui cerca de 250 membros.

– É como se fosse uma conversa em uma mesa de bar, onde cada um dá seu ponto de vista. Pegar trechos desconexos e sem contexto, não mostram a verdade. É imoral (…). A verdade está do nosso lado. Nada melhor do que virar notícia com a consciência tranquila. A verdade sempre prevalece – afirmou.

https://www.instagram.com/tv/ChkC7WurkT2/?utm_source=ig_web_copy_link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *