Ex-Malhação, Ludmila Dayer é diagnosticada com esclerose múltipla

Entretenimento Famosos

Ludmila Dayer, 39, ex-protagonista de Malhação, foi diagnosticada com esclerose múltipla. A atriz contou sobre a doença degenerativa em uma live no Instagram.

A atriz revela que começou a ter um sintoma seguido de outro e por isso procurou um médico. “Eu malhava, praticava esportes e era saudável. Em meados de 2019, meu corpo começou a não funcionar mais. Em 2020, eu peguei Covid na Ásia, quando nem se falava muito da doença. Quase morri e nunca mais fiquei totalmente boa”.

“Eu estava fazendo um filme na época e não conseguiu mais trabalhar. Tinha perda de memória, perda de reflexos, queda de cabelo, problemas de visão. Isso tudo desenvolveu uma crise de pânico e eu não conseguia mais sair de casa sozinha e nem dirigir”, relembrou.

“Era um sintoma atrás do outro e, por isso, fui procurar o médico. Não conseguia enxergar direito, minha fala não acompanhava os meus pensamentos, tinha problemas de memória e muitas dores no corpo. Ia de um cômodo para o outro e não lembrava o que tinha ido fazer”, afirmou.

Assim que começou a ter os primeiros sintomas, Ludmila mudou a alimentação e optou por cortar carne, ovo, gordura, álcool e glúten, mas o diagnóstico saiu quase um ano após o início dos sintomas. “Tirei glúten, ovo, carne animal. Tudo que alimentava o vírus e provocava os sintomas. Também passei a comer coisas que desinflamam meu organismo”, disse ela, que continua mantendo a alimentação mais restrita.

Segundo Ludmila, a suspeita é que a doença tenha sido desencadeada pelo vírus EBV (Vírus Epstein-Barr), que pode ser transmitido pela saliva, transfusão de sangue ou objetos contaminados, assim como ocorreu com Claudia Rodrigues e Guta Stresser.

Ludmilla foi protagonista de Malhação em 2000 no papel de ‘Joana’ e já fez vários personagens na TV ao longo dos anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *