Única sobrevivente de incêndio no Mercado Adolpho Lisboa recebe alta em Manaus

Amazonas Destaques Policial

Adrielen Mota de Assis, de 35 anos, a única  sobrevivente do incêndio na lotérica do Mercado Adolpho Lisboa, no Centro de Manaus, no dia 16 de agosto, recebeu alta médica, nesta segunda-feira (26).

A paciente ficou internada no Hospital Pronto-Socorro 28 de Agosto por 40 dias. Outras três vítimas do incêndio também estavam internadas na unidade de saúde com queimaduras de 2° e 3° graus pelo corpo, mas não resistiram.

O gerente da loteria, Carlos Henrique da Silva Pontes, de 50 anos, morreu no dia 21 de agosto; Henison Diego da Silva Mota, de 33 anos, morreu no dia 22 de agosto; e a Estefany do Nascimento Lima, de 23 anos, morreu no dia 26 de agosto.

No dia 8 de setembro, Luis Domingos Siso, de 60 anos, foi preso pelo crime. Ele estava internado no Hospital Pronto-Socorro João Lúcio porque tinha sido espancado pela população após atear fogo na lotérica.

No dia 19 de setembro, o suspeito foi indiciado por 4 crimes, são eles: incêndio em edifício público, dano qualificado com emprego de substância inflamável ou explosiva, homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado com emprego de veneno, fogo, explosivo, asfixia, tortura ou outro meio insidioso ou cruel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *