TSE determina que vídeo da reunião de Bolsonaro com embaixadores seja excluído das redes sociais

Política

Mauro Campbell, ministro do Tribunal Superior Eleitoral, determinou que o Google, o Instagram e o Facebook excluam os vídeos do encontro do presidente Jair Bolsonaro (PL) com embaixadores.

O magistrado afirmou que “grande parte das afirmativas do representado, em seu discurso, já foram veementemente refutadas por este tribunal” além de que “longe de adotar uma posição colaborativa com o aperfeiçoamento do sistema eleitoral, o representado insiste em divulgar deliberadamente fatos inverídicos ao afirmar que há falhas no sistema de tomada e totalização de votos no Brasil“.

“Ademais, há risco evidente de irreversibilidade do dano causado ao representante e à própria Justiça Eleitoral, no que tange à confiabilidade do processo eleitoral, em razão da disseminação de informações falsas, relativamente ao sistema de votação e totalização de votos, adotado há mais de vinte anos por este tribunal”, pontuou Campbell.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *