Representantes do Ministério da Saúde reconhecem qualidade da maternidade Moura Tapajóz durante visita técnica

Cotidiano Destaques Manaus

A Prefeitura de Manaus acompanhou representantes do Ministério da Saúde (MS), na tarde desta quinta-feira, 15/9, em uma visita técnica na maternidade municipal Doutor Moura Tapajóz, localizada na avenida Brasil, bairro Compensa, zona Oeste. Na ocasião, as equipes do MS reconheceram a segurança e a qualidade dos serviços prestados na unidade, coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

A visita técnica integra a programação do Ministério da Saúde para implementação da Rede de Atenção Materna e Infantil (Rami) no município. A diretora de Atenção Primária da Semsa, Sonja Farias, que acompanhou a visita, explicou que a Rami irá aprimorar o trabalho desenvolvido a partir da Rede Cegonha, política executada desde 2011.

“A Rami vem trazer uma ampliação e fortalecimento do cuidado que nós ofertamos para as mães e bebês, desde o período de gestação, parto e pós-parto, até quando essa família retorna para sua casa e é acompanhada pelas unidades básicas de saúde. A gente sabe que a população está crescendo, e essa atualização vem apoiar a assistência em saúde que disponibilizamos a nossa população”, disse.

Sonja ressaltou que a maternidade Moura Tapajós é a única da capital administrada pela prefeitura, sendo referência na assistência às mulheres manauaras, e também da região metropolitana.

A diretora da unidade, Núbia Cruz, informa que a Moura desenvolve as estratégias inerentes à Rede Materno Infantil, promovendo o vínculo entre mãe e bebê, e que oferece UTI, ultrassom e todos os serviços de planejamento reprodutivo. Segundo ela, a maternidade desenvolve um trabalho de apoio às mulheres, com equipes preparadas para o acolhimento, com capacitação técnica e sensíveis à necessidade de promover bem-estar às gestantes, aos recém-nascidos e aos acompanhantes.

A diretora do Departamento de Saúde Materno Infantil, do Ministério da Saúde, Lana Lourdes Aguiar Lima, informou que as equipes estão visitando todos os estados da federação para qualificar os gestores e profissionais de saúde sobre a nova política de Atenção Materno Infantil, a Rami. A nova proposta traz aprimoramento, expansão e reestruturação da rede.

“A Moura é uma maternidade importantíssima para a cidade, até pela proximidade com a ponte, para receber pessoas do entorno, e oferece um cuidado muito bom há bastante tempo. Ela é adequada em critérios de segurança e qualidade e a gente espera que isso seja mais uma ajuda, mais um aprimoramento, para que possamos desenvolver o cuidado adequado para esse público”, contou.

Lana Lourdes acrescentou que o acompanhamento de perto das ações desenvolvidas nas maternidades se mostra ainda mais urgente nesse cenário de pandemia, quando houve um aumento nos níveis de mortalidade materna no País.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *