Piloto desaparece após fazer voo para Novo Airão e família cobra resposta

Amazonas Destaques

Aeronave foi encontrada à deriva e a Polícia Civil se recusou a falar sobre as investigações

O piloto Breno Pimentel Queiroz, de 34 anos, desapareceu no início do mês de setembro após sair de casa para ir ao Aeroclube do Amazonas, seu local de trabalho, que fica no bairro de Flores, zona Centro-Sul de Manaus e até agora não se sabe o que aconteceu com o profissional.

 ele desapareceu no dia 2 de setembro após fazer uma viagem para o município de Novo Airão (a 115km de distância de Manaus) “Ele saiu no dia 2 por volta de 9h30 e ia retornar no final da tarde, mas não voltou”, disse a mãe do piloto, Tônia Meily Pimentel, “O proprietário do avião encontrou a aeronave à deriva (flutuando) nas proximidades da Praia Grande, mas não encontrou o Breno e nem documentos”, disse a mãe, acrescentando que o próprio dono do avião levou a aeronave de volta para o Aeroclube.

Tônia cobrou resposta das autoridades com relação ao caso, que completou 18 dias nesta segunda-feira (19).

“Nós queremos saber o que está acontecendo. Por que a família não foi comunicada? Por que não mandaram buscas desde o primeiro dia? A família está desesperada e quer uma resposta das autoridades”, disse Tônia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *