Papa Francisco nomeia arcebispo do AM a cardeal durante cerimônia no Vaticano

Amazonas Destaques

Essa é a primeira vez, desde 2016, que brasileiros são escolhidos pelo Papa Francisco.

Em uma cerimônia, o arcebispo Dom Leonardo Steiner, de Manaus, junto com Dom Paulo Cezar Costa,  foram nomeados cardeais, nesse sábado(27), a cardeais pelo Papa Francisco, na Itália.

A cerimônia ocorreu durante celebração eucarística na Basílica de São Pedro, no Vaticano. Essa é a primeira vez, desde 2016, que brasileiros são escolhidos pelo Papa Francisco.

O Consistório foi transmitida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Na ocasião, diante de membros da igreja católica e demais autoridades, o Papa Francisco se dirigiu aos 20 novos cardeais e destacou a importância da humildade.

Dom Leonardo Ulrich Steiner tomou posse como arcebispo de Manaus em janeiro de 2020. Ele assumiu o cargo ocupado por Dom Sergio Castriani desde 2013. Até então, Steiner atuava como bispo auxiliar de Brasília.

Além disso, Dom Leonardo já foi duas vezes secretário-geral da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Os recém-nomeados passam integrar o Colégio de Cardeais, entidade de conselheiros e administradores do papa. Esse é o oitavo Consistório presidido pelo Papa Francisco. O Colégio de Cardeais é composto pelos religiosos que participam da eleição de novos papas, o conclave, e dos que podem ser eleitos. Para isso, não podem ter mais de 80 anos.

Antes de os novos cardeais lerem o juramento para exercer a nova missão, o Papa Francisco citou o nome de cada um dos empossados, incluindo o dos dois brasileiros.

Neste domingo, Dom Paulo Cezar vai presidir a missa no altar da tumba de São Pedro. Lá estão os restos mortais do primeiro Papa, no Vaticano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *