Homem é preso suspeito de matar filha adotiva por ciúmes da mãe, em Manaus

Manaus Policial

A polícia prendeu, na noite de segunda-feira (29), Carlos Alberto Paula Soares, 36, pelo feminicídio de sua filha adotiva Jhenyffer Vitória Magno Soares, que tinha 15 anos. O crime aconteceu no dia 1º de agosto deste ano, com 12 golpes de faca na região do pescoço, na comunidade Santa Inês, bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus.

De acordo com o delegado Ricardo Cunha, a motivação do crime foi o término do seu relacionamento com a mãe da vítima que apareceu, em seguida, postando foto nas redes sociais com o novo namorado.

O crime 

No dia do crime, Jhenyffer estava na casa do suspeito passando o final de semana. Quando a vítima saiu do banho, Carlos a estrangulou, depois a jogou no chão e quando ela ficou desacordada, ele desferiu 12 golpes de faca em seu pescoço. Os exames não apontaram estupro de vulnerável.

O delegado afirma também que o suspeito se diz arrependido, mas as mensagens de ameaça à mãe de Jhenyffer após a morte da vítima, provam o contrário

Segundo informações da Delegada Marília Campello, ele usou a morte para se vingar e, de acordo com a mensagem enviada para a ex, aquilo era para fazê-la sofrer e “sentir o que ele estava sentindo”.

“O homem que pratica feminicio é o homem que está ao seu lado. Não é um bandido da rua, é quem está dentro da sua casa, que está sempre aumentando o volume de voz com você”, enfatizou a delegada.

Carlos já havia sido preso por tráfico de drogas e possuía medida protetiva contra a mãe da vítima.

Prisão 

Ainda de acordo com a delegada, ele estava vivendo em uma área de mata se passando por morador de rua, na região no Corado, na zona Leste da capital. Ele foi preso em uma parada de ônibus durante a operação da Polícia Civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *