EITA! PF apreende cerca de cinco mil cestas básicas que seriam distribuidas pelo prefeito de Humaitá em troca de votos para o governador do AM

Amazonas Política

A denúncia de crime eleitoral chegou ao Portal Radar Amazônico, na noite desta sexta-feira (16), dando conta da apreensão cinco mil cestas básicas numa operação feita pela Polícia Federal, em Humaitá, município distante 700 kms de Manaus. “Olha aqui pessoal, crime eleitoral no município de Humaitá, o govenador com o prefeito, Wilson Lima e Dedei Lobo, compra votos com cestas básicas. Estão acabando de sair, carregando para o interior, lá está balsa, carregando cestas básicas. Compra de voto! Claríssimo! Claríssimo comprando voto! Esá descendo agora cinco mil cestas básicas para o interior. Compra de voto, Wilson Lima genocida e prefeito Dedei Lobo”, diz o denunciante num vídeo em que mostra a balsa sendo carregada com cestas básicas.

O denunciante, em mensagens de texto enviadas para o WhatsaApp do Radar critica ainda: “Dedei lobo é conhecido no celeiro político por praticar esse tipo crime eleitoral. Toda população Humaitaense têm ciência do modelo de política que o prefeito Dedei lôbo executa no município, a famosa compra de votos”.

Logo depois o cidadão de Humaita que entrou em contato com o Radar conta que as milhares de cestas básicas foram apreendidas numa operação feita pela Polícia Federal (PF) e pelo Ministério Público do Amazonas (MPAM), com apoio das policias Civil e Militar.

“Dedei lôbo respoderá por crime eleitoral, caso seja condenado perderá o seu mandato e seus direitos políticos. O Ministério Público de Humaitá recomendou ao prefeito Dedei Lôbo que suspenda a distribuição de cestas básicas na região ribeirinha do sul do Amazonas. A recomendação administrativa foi expedida nessa sexta-feira (16) e vale por 90 dias. De acordo com o documento, o pedido considera o período de eleições estudais em 2022″, diz o denunciante, finalizando com uma declaração indignada: ” A corrupção prevalece!”

Via Radar Amazônico

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *